Logotipo Sincovaga


TEMER DIZ QUERER MEIRELLES NA FAZENDA E SINALIZA APOIO A ALCKMIN.   11/01/2018

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o presidente afirmou que o pré-candidato tucano ao Planalto traz a "segurança e serenidade" que o Brasil busca.

São Paulo – Em entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo, o presidente Michel Temer ensaiou um apoio ao pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, nas eleições de outubro, e admitiu sua preferência para que Henrique Meirelles siga à frente do Ministério da Fazenda no lugar de disputar o Planalto.

De acordo com o Estadão, o presidente visualiza na figura do governador de São Paulo a “segurança e serenidade” que o eleitor brasileiro deve procurar na hora do voto.

Para Temer, o brasileiro vai escolher a chapa de continuidade de seu governo e fugirá de aventuras.

Em meio aos elogios à Alckmin, o presidente minimizou a falta de apoio do presidente do PSDB nos piores momentos de seu governo, durante as duas denúncias do ex-procurador-geral Rodrigo Janot, e afirmou não guardar rancor do governador: “ele (Alckmin) teve seus motivos (para não apoiar o presidente)”, ressalta Temer em entrevista ao jornal no Palácio do Jaburu.

Ainda segundo a entrevista do Estadão, Temer admitiu que prefere que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, siga à frente da pasta econômica de seu governo, em um voto contra à possibilidade de que Meirelles dispute a Presidência.

Rodrigo Maia

Na opinião de Temer divulgada nesta quinta-feira pelo Estadão, o presidente da Câmara dos Deputados tende a buscar sua reeleição entre os congressistas.

“O Rodrigo está se movimentando muito, mas ainda acho que a prioridade dele é se reeleger para a Presidência da Câmara, que é um cargo excepcional. De qualquer forma, ele não tem nada a perder, só a ganhar. E é aquela história, ‘se colar, colou’”, diz o presidente. FERNANDO PIVETTI EXAME.


Página Anterior | Página Inicial
Qualicorp
Certificado Digital
Convenções Coletivas
Comunicados
Notícias
Contato