15 de julho, 2024

Notícias

Home » Varejo » Adeus no OXXO em SP: Gigante varejista é obrigado a fechar unidades cruciais e esse é comunicado após 4 anos

Adeus no OXXO em SP: Gigante varejista é obrigado a fechar unidades cruciais e esse é comunicado após 4 anos

Iniciar um negócio, na maioria das vezes, não se torna uma tarefa difícil. Entretanto, para seguir ativamente no mercado, exige a superação de grandes desafios que dificultam ainda mais a atuação no âmbito empresarial. Diante disso, hoje falaremos sobre uma gigante varejista que é obrigada a fechar unidades cruciais.

De acordo com informações do portal Estadão, a rede mexicana Oxxo, ao qual trabalha com varejo, foi uma das empresas a chegar no Brasil usando a metodologia de funcionamento 24 horas. Seu trabalhos em território brasileiro iniciou no ano de 2020 e desde então tem feito sucesso com suas vendas.

Entretanto, segundo a fonte, no ano passado, a varejista passou a enfrentar uma série de problemas. Isso porque, com sua atuação no mercado, a empresa foi vítima de vários roubos e arrastões, que de fato, passou a ser sérios prejuízos.

Além dos assaltos, a Oxxo também teve que lidar com a saída de funcionários, que resultou em que 150 trabalhadores foram demitidos e 100 pedirão demissão. Além disso, com o cenário de perca e muita instabilidade no mercado, a varejista sofreu com 250 comerciários que deixaram a rede mexicana na cidade de São Paulo. Isso com certeza, foi um impacto muito grande para o desenvolvimento da companhia.

Conforme divulgado no portal do Estadão, o presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, pontuou a demissão dos empregados devido a pouca segurança em que o local oferecia. Com os roubos, os funcionários passaram a sentir suas vidas ameaçadas e optaram por deixar o emprego.

 

Comentários