25 de julho, 2024

Notícias

Home » Destaques » Diante do cenário desafiador, Carrefour aplica estratégias para retenção de colaboradores

Diante do cenário desafiador, Carrefour aplica estratégias para retenção de colaboradores

Atualmente, 90% dos colaboradores afirmam que mudariam de emprego se pudessem e 53,68% não acredita que o negócio está verdadeiramente preocupado com sua satisfação. Dentre os principais motivos para esse sentimento estão:  falta de oportunidade de crescimento (30,03%), liderança tóxica (24,46%), salário baixo (24,15%) e clima organizacional ruim (21,36%).

Os dados pertencem a uma pesquisa realizada pelo Pandapé , software de RH, e ilustram como a retenção de talentos é um dos principais desafios das empresas, assim como entender as causas de insatisfação e desenvolver programas específicos de engajamento. “As informações estão na mesa, mas o que fazer com elas?”, questiona Thomas Costa, porta-voz do Pandapé.

De acordo com o especialista, grandes players do mercado já estão movimentando-se, principalmente com o auxílio da tecnologia, para entender as melhores formas de engajar, já que o reconhecimento e a sensação de pertencimento são pilares essenciais para a permanência.

Assim, com dados obtidos por meio de Inteligência Artificial, Machine Learning e outras ferramentas, executivos têm valorizado as pessoas certas para proporcionar o desenvolvimento e entender as necessidades individuais e coletivas.

Um exemplo de empresa que tem investido em programas de incentivo para permanência é o Carrefour . Segundo Kiko Campos, diretor sênior de RH da empresa de origem francesa, no setor do varejo alimentar essa questão é ainda mais desafiadora, contudo, sua companhia possui um conjunto de iniciativas que visam trabalhar o engajamento do colaborador criando uma cultura alinhada com as expectativas do time.

“Temos iniciativas de saúde e bem-estar, crescimento de carreira, mobilidade interna e desenvolvimento. Equilibramos e monitoramos todos os programas e estamos conquistando bons resultados, com redução de turnover e absenteísmo, além de aumento de agilidade e eficiência”, conta o executivo.

Ainda segundo Campos, é preciso escolher com sabedoria as frentes a serem apostadas. “Pensamos muito na Governança e no impacto que cada uma tem no negócio e nas pessoas. No grupo Carrefour, criamos um ambiente que se assemelha a uma família, o que faz com que os colaboradores confiem em nós desde o primeiro dia – apresentamos histórias, criamos conexões e assim, construímos um ecossistema mais seguro e acolhedor”, finaliza o executivo.

https://samaisvarejo.com.br/detalhe/reportagens/diante-do-cenario-desafiador-carrefour-aplica-estrategias-para-retencao-de-colaboradores

 

Comentários