15 de julho, 2024

Notícias

Home » Decisões Judiciais » Indenização por danos materiais. doença ocupacional. Incapacidade permanente para o ofício ou profissão. Pensão mensal. Percentual. Transcendência política reconhecida

Indenização por danos materiais. doença ocupacional. Incapacidade permanente para o ofício ou profissão. Pensão mensal. Percentual. Transcendência política reconhecida

O artigo 949 do Código Civil prevê que, no caso de lesão ou outra ofensa à saúde, o ofendido deve ser indenizado até o fim da convalescença. Se da ofensa resultar perda ou redução da capacidade da vítima de exercer o seu ofício ou profissão, o empregador tem a obrigação de ressarcir os danos materiais mediante indenização deferida na forma de pensão ou paga de uma só vez, segundo o artigo 950 do Código Civil. Logo, constatada a perda da capacidade para o ofício ou profissão que a vítima exercia antes do acidente de trabalho ou do desenvolvimento de doença ocupacional, é devida a pensão mensal integral, em valor correspondente à importância do trabalho para que se inabilitou. Na hipótese dos autos, o quadro fático registrado pelo Tribunal Regional, em especial o laudo pericial, é no sentido de que a incapacidade do autor para a atividade que desempenhava é total. Logo, verificada a perda da capacidade para o ofício ou profissão que a vítima exercia antes do acidente de trabalho, é devida a pensão mensal integral e vitalícia, no valor equivalente a 100% do salário que recebia. Decisão regional em dissonância com o entendimento desta Corte Superior. Recurso de revista conhecido e provido. TST. RR – 501-22.2017.5.12.0026 DATA DE JULGAMENTO: 22/05/2024, RELATOR MINISTRO: CLÁUDIO MASCARENHAS BRANDÃO, 7ª TURMA, DATA DE PUBLICAÇÃO: DEJT 29/05/2024.

Comentários