19 de julho, 2024

Notícias

Home » Destaques » Setor de hipermercados teve queda de 8,7% em abril

Setor de hipermercados teve queda de 8,7% em abril

Índice de Atividade Econômica Stone Varejo apontou queda de 8,7% do volume de vendas do setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, na comparação mensal. O estudo, que apresenta dados mensais de movimentação varejistas, é uma iniciativa da Stone, empresa de tecnologia e serviços financeiros.

LEIA TAMBÉM
Volume de vendas do varejo tem queda de 2,5% em relação ao ano anterior
Setor de hipermercados teve queda de 6,5% em fevereiro

Na análise por segmentos, o relatório indicou que quatro deles registraram uma alta mensal significativa, liderado pelo setor de materiais de construção, com um crescimento de 8,2%, seguido por artigos farmacêuticos (4,7%), móveis e eletrodomésticos (2,4%) e livros e jornais, revistas e papelaria (1,7%). Além do setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (8,7%), o segmento de tecidos, vestuário e calçados também apresentou queda de 1,7%.

“No indicador geral, os resultados deste mês demonstram estabilidade no setor varejista brasileiro. Importante observar que, no comparativo mensal, todas as variações foram inferiores a 1% ao longo dos últimos quatro meses, com altas em fevereiro e março no índice restrito. Portanto, os dados de abril indicam um início de ano estável e com boas perspectivas para o restante do ano”, explica o pesquisador econômico e cientista de dados da Stone, responsável pelo levantamento, Matheus Calvelli.

Destaques regionais

    • De acordo com o indicador, os dados estaduais destacam variações relevantes entre diferentes regiões, permitindo que os empreendedores ajustem suas estratégias de acordo com as tendências regionais.

Apenas dez estados se destacam com resultados positivos no mês, no comparativo ano contra ano: Amazonas (7,1%), Sergipe (3,9%), Piauí (3,3%), Tocantins (1,8%), Maranhão (1,2%), Mato Grosso (0,9%), Sergipe (0,9%), Ceará (0,7%), Paraíba (0,3%), e Roraima (0,1%). No Distrito Federal, também houve um aumento de 5,13%.

Setor de hipermercados teve queda de 8,7% em abril | SuperVarejo

Comentários