21 de julho, 2024

Notícias

Home » Geral » Varejistas investem em CX e redução de fraudes para impulsionar rentabilidade em 2024

Varejistas investem em CX e redução de fraudes para impulsionar rentabilidade em 2024

Os varejistas almejam um cenário de crescimento mais otimista e visam integração de canais e de investimentos em tecnologia para impulsionar a rentabilidade. Segundo pesquisa da Adyen, 95% do varejo nacional esperam aumentar seu volume de receita em 2024 e 65%, um crescimento acima de 50%.

Na média global, a expectativa é de 92% e 58%, respectivamente. Para isso, os varejistas consideram uma série de investimentos para melhorar a experiência do consumidor e as taxas de autorização de compras, reduzir fraudes e proporcionar jornadas integradas.

Os empresários que participaram da pesquisa pontuaram desafios que enfrentam atualmente para melhorar as jornadas e experiência dos consumidores.

Comércio unificado

A pesquisa aponta que os desafios citados poderiam ser amenizados com a integração de canais por meio de comércio unificado, mas a solução não é realidade da maioria das empresas: 3 em cada 10 organizações utilizam o recurso. O número segue a média global.

A Índia está mais avançada no tema, com 38% das empresas usando uma infraestrutura de negócios unificada para todos os canais, e os Estados Unidos com 33%.

Além da tecnologia, a gestão do negócio também é segregada entre canais: 25% dos varejistas brasileiros tratam canais de venda como entidades separadas e diferentes balanços patrimoniais e financeiros.

Para 22% dos varejistas globais, o custo dessa integração é muito elevado. O número diminui entre os brasileiros, com 12% concordando com a afirmação.

Abaixo estão as principais vantagens da integração dos canais online e offline, segundo os empresários pesquisados:

A pesquisa aponta que os varejistas brasileiros tiveram ganhos mais elevados que a média global na maioria dos critérios. Isso pode ser justificado pelos consumidores terem padrões de exigência acima da média e estarem mais preocupados e atentos à tecnologia.

Um quarto dos consumidores brasileiros (24%) voltariam às lojas que os permitissem usar tecnologias em detrimento daquelas que não. Outros 30% gostariam que mais varejistas implementassem tecnologias nas lojas. Globalmente são 17% e 19%, respectivamente.

Aumento da receita

Os varejistas estão buscando aumentar sua receita em 2024. Para isso, 35% gostariam de entender melhor sobre o comportamento do cliente e personalizar a experiência dele e 33% pretendem investir em tecnologia para melhorar a experiência de compra.

Globalmente, o setor também está em busca de meios para incrementar a receita em seus negócios. Entre as estratégias, as principais são a expansão das vendas para novos mercados online (21%), marketplaces (18%) e em meios físicos (18%). Mas há também outras frentes que os varejistas estão mirando para alcançar mais receita:

https://mercadoeconsumo.com.br/09/04/2024/noticias/varejistas-investem-em-cx-e-reducao-de-fraudes-para-impulsionar-rentabilidade-em-2024/

 

Comentários