13 de julho, 2024

Notícias

Home » Destaques » O que aconteceu com a rede de supermercados Dia, que vai fechar mais de 300 lojas no país

O que aconteceu com a rede de supermercados Dia, que vai fechar mais de 300 lojas no país

O Globo (SP)

Depois de persistentes resultados negativos, a rede espanhola Dia, que está no Brasil há mais de duas décadas, decidiu que vai fechar 343 lojas de um total de 587 no país e três armazéns no Brasil. O movimento faz parte de uma reestruturação do grupo, tendo em vista o prejuízo de R$ 830 milhões no país no ano passado.

O grupo vai seguir com unidades apenas em São Paulo. Ainda não foi marcada a data de fechamento das demais lojas.

Em comunicado enviado à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNNV), agência reguladora espanhola, o grupo informou que a decisão foi tomada em função dos “persistentes resultados negativos do Dia Brasil”.

De acordo com comunicado do grupo, as lojas fechadas são de baixo desempenho. No texto, o diretor financeiro, Guillaume Marie Didier, informa que a rede vai analisar alternativas estratégicas para o restante de seus negócios no Brasil.

“O plano de ajuste foi necessário para buscar estabilidade da estrutura da companhia após persistentes resultados negativos”, informou o grupo.

Concorrência aumentou

O Grupo Dia utiliza um modelo de mercados de proximidade, sendo um dos maiores desse segmento na Espanha. Nos últimos anos, enfrentou dificuldades com o aumento da concorrência. No Brasil, a rede enfrenta a concorrência da rede Oxxo, de origem mexicana, que se expandiu muito nos últimos anos no país, relatam especialistas, com preços competitivos.

No Brasil, é uma joint venture entre Femsa Comércio e Raízen Combustíveis e abre praticamente uma loja por dia, chegando perto de 400 no final do ano passado, com meta de chegar a 5 mil nos próximos anos. Tem 21 mil lojas em países como México, Chile, Colômbia e Peru.

Foco na Argentina e Espanha

A Distribuidora Internacional de Alimentos, que é detentora do grupo Dia, deverá concentrar sua operação na Argentina e na Espanha, os dois principais mercados da empresa. Em São Paulo, o Dia tem 244 unidades e concentra sua operação, que tem apresentado números mais robustos.

“Essa medida permitirá o direcionamento de recursos aos mercados mais lucrativos do Grupo Dia, Espanha e Argentina, onde a companhia alcançou uma posição de liderança no mercado com foco estratégico em distribuição de alimentos em proximidade”, diz o comunicado.

A rede espanhola está no Brasil há mais de duas décadas. Em agosto do ano passado, o grupo também anunciou sua saída de Portugal, país onde vendeu suas 500 unidades. Com os recursos, o grupo reduziu parte de sua alavancagem.

O grupo reduziu seu prejuízo no ano passado, que chegou a € 30 milhões. Em 2022, o prejuízo foi de € 124 milhões. Na Espanha, a operação teve lucro de € 122 milhões. Na Argentina, houve lucro de € 6 milhões.

Comentários