21 de julho, 2024

Notícias

Home » Varejo » Pesquisa aponta que 37% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro por itens ecológicos ou sustentáveis

Pesquisa aponta que 37% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro por itens ecológicos ou sustentáveis

Imagem: pvproductions - br.freepik.com

Nos últimos anos, os hábitos de consumo mudaram, e os consumidores estão cada vez mais preocupados com questões de saudabilidade e sustentabilidade. Para se ter uma ideia, 70% das pessoas afirmam que preferem itens orgânicos ou com menor concentração de hormônios e aditivos. A leitura dos rótulos também tem aumentado, 21% dos respondentes afirmam ler sempre, 29% com frequência e 32% às vezes, sendo que apenas 3% nunca lê.

Além disso, quase metade dos consumidores dizem que a preocupação com embalagens sustentáveis influencia suas escolhas no supermercado e 37% estão dispostos a pagar mais caro por produtos ecológicos ou sustentáveis.

Os dados pertencem ao levantamento “Tendências de bens de consumo” realizado pela Neogrid em parceria com a Opinion Box, empresa de tecnologia para pesquisa de mercado e experiência do cliente. O levantamento foi realizado com 2.212 pessoas acima dos 16 anos em dezembro de 2023 no Brasil.

De acordo com Roberta Atherino, head de produto da Horus, marca Neogrid, os percentuais seguem uma tendência global observada principalmente com as novas gerações.

“Com todo o debate mundial envolvendo as mudanças climáticas e as responsabilidades de cada indivíduo, o consumidor tem refletido sobre como ele pode contribuir com um futuro mais ecologicamente sustentável e esse movimento passa pela escolha de produtos mais alinhados ao seu estilo de vida”, explica Roberta.

Segundo um estudo realizado pela consultoria McKinsey em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o setor de produtos e serviços sustentáveis no Brasil deve crescer a uma taxa de 12% ao ano até 2025 e representar um potencial de mercado de mais de R$ 500 bilhões

O veganismo é outra tendência levantada pelos participantes do estudo, algo que já tem sido aproveitado pela indústria, uma vez que os alimentos veganos cresceram cerca de 35% em relação ao início de 2022.

https://samaisvarejo.com.br/detalhe/reportagens/pesquisa-aponta-que-37-dos-consumidores-estao-dispostos-a-pagar-mais-caro-por-itens-ecologicos-ou-sustentaveis

 

 

Comentários